segunda-feira, 16 de abril de 2018

ADEMACEN CONVOCA TODOS OS SUPERVISORES DE CAMPO PARA UMA REUNIÃO




  
Diante da nomeação para o cargo de supervisor de campo, realizada pela gestão a partir da indicação do CCZ, e publicada no Diário Oficial do último dia treze de abril, a ADEMACEN – BA convoca todos os servidores que exercem tal função, para uma reunião na próxima terça-feira (17/04/2018), ás 14 horas, na sede do SINDSEPS, localizada na Rua Francisco Ferrara (ao lado do Colégio Central), 91 – Edf. Apolo.
É importante salientar que a entidade é favorável ao reconhecimento do cargo pela gestão, tanto dos supervisores, quanto dos coordenadores (líderes gerais). Porém, entendemos que esta nomeação foi realizada de forma desrespeitosa, e ferindo alguns princípios legais. Conforme denúncias de colegas, que estão sendo apuradas pela ADEMACEN, algumas pessoas que desconhecem o trabalho de campo foram contempladas, como motorista do CCZ, funcionário em restrição definitiva, coordenadores, e servidores que atuam na função há muito tempo foram desfavorecidos. Sem falar que os cargos de confiança preconizados na Lei 9.274/2017, publicado no Diário Oficial em quinze de setembro do ano passado, enfatiza que a criação de tais cargos seria para supervisores de campo. Não menciona os coordenadores.
Por isso, é fundamental que os servidores e servidoras que estão como supervisores (as), estejam presentes na reunião. Juntos discutiremos estratégias para que os cargos sejam reconhecidos de uma forma que não traga prejuízos para a categoria. Veja abaixo as atribuições de um supervisor (a) de campo:

XIV - ao Supervisor (Cargo em Comissão): a) supervisionar e avaliar os trabalhos da equipe sob sua responsabilidade; b) organizar, orientar, acompanhar e avaliar a execução das atividades da equipe no campo dos Agentes de Endemias; c) realizar o levantamento das necessidades de suprimentos de materiais, equipamentos e serviços necessários para o andamento das atividades desenvolvidas pelos Agentes de Endemias no campo; d) receber, conferir, controlar e distribuir os suprimentos e equipamentos adquiridos para atender as necessidades de campo dos  agentes; e) apresentar, periodicamente, ao seu superior hierárquico, relatório técnico de desempenho das atividades desenvolvidas pelas equipes de campo sob sua responsabilidade; f) cumprir normas e procedimentos operacionais sob sua responsabilidade; g) processar e consolidar as atividades de campo dos agentes, incluindo o controle de frequência e de férias; h) participar da elaboração do planejamento das atividades para a vigilância, controle e prevenção dos agravos; i) elaborar a programação de supervisão das localidades sob sua responsabilidade, e acompanhar as atividades desenvolvidas na sua  área de atuação, submetendo ao superior hierárquico para análise e aprovação; j) participar da programação das atividades, estruturar as equipes da sua  área de atuação e acompanhar o cumprimento de itinerários; k) adotar providencias e coordenar as ações nas ocorrências ou situações não previstas e consideradas emergenciais, comunicando ao superior hierárquico; l) acompanhar e apontar a frequência dos servidores sob sua responsabilidade; m) participar da organização e execução de treinamentos e atualizações do pessoal de campo. 
(fonte: Diário Oficial do dia 05/04/2018)


Por Tatiane Alves

terça-feira, 27 de março de 2018

MPT ENTRARÁ COM AÇÃO CIVIL PÚBLICA CONTRA O MUNICÍPIO DE CANDEIAS




  

O presidente Fabrizio Oliveira no MPT
O Ministério Público do Trabalho (MPT) entrará com uma ação civil pública contra o município de Candeias, em virtude de uma denúncia feita em nove de julho de dois mil e quinze, pela ADEMACEN–BA, representada pelo seu presidente Fabrizio Oliveira. A entidade denunciou a prefeitura de Candeias no referido órgão, por diversas irregularidades referentes ao exercício profissional dos Agentes de Saúde da região.
Entre tais irregularidades, encontram-se a falta de pagamento do auxílio transporte, preconizado na Lei 5.452 da CLT; do auxílio refeição, substituído por “quentinhas”, a falta de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs), as longas caminhadas até os quarteirões, além do assédio moral por parte dos supervisores.
É importante ressaltar que desses problemas mencionados, boa parte já foram solucionados, inclusive o assédio moral. O que mais afeta os Agentes é a inexistência dos EPIs, razão pela qual o MPT abriu um inquérito para investigar a prefeitura de Candeias. Uma perita foi até o município e constatou que de fato há irregularidade no que tange os equipamentos.
Ao buscar informações sobre o processo, o coordenador da ADEMACEN-BA, Ernandes França, foi informado pelo MPT que o órgão tentou acordar um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) com a prefeitura autuada, mas os gestores se recusaram a cumprir. Por esse motivo, sofrerão uma ação civil pública.
Trata-se de mais uma vitória da categoria, com o apoio da ADEMACEN-BA, juntamente com o seu presidente e diretores, especialmente o coordenador geral em Candeias, Ernandes França. Continuaremos trabalhando para que mais conquistas e menos irregularidades aconteçam.

quarta-feira, 21 de março de 2018

ADEMACEN ESTEVE PRESENTE NAS MANIFESTAÇÕES EM CANDEIAS





 A ADEMACEN – BA esteve ontem em Candeias, representada pelo presidente Fabrizio Oliveira e pelo diretor Ernandes França, para apoiar os servidores nos protestos realizados no município, em virtude da falta de diálogo com a gestão, que se recusa a pagar o reajuste dos mesmos.
Os servidores fizeram uma caminhada da rodoviária até a Câmara de vereadores. Depois foram para a frente da prefeitura, onde permaneceram até o final da tarde.

Servidores realizando caminhada

Neste ato, os funcionários que prestam serviço público àquela localidade puderam contar também com o sindicato dos Servidores Públicos de Candeias. Por esse motivo, a ADEMACEN – BA agradece e parabeniza Juscelino, presidente do sindicato, pelo empenho demonstrado.
Uma assembleia foi marcada para amanhã, às 08:00 horas, na praça Dr. Gualberto. Esperamos que a gestão apresente propostas favoráveis. Caso contrário, continuaremos no embate, buscando sempre o melhor para a categoria.

sábado, 17 de março de 2018

COLEGA PERDE TUDO EM INCÊNDIO E NECESSITA DE AJUDA




Ontem a colega Agente de Endemias, Adigina Estrela das Neves, supervisora do distrito de Itapagipe, teve queimaduras pelo corpo devido a um incêndio em sua residência. Ela perdeu tudo, inclusive o imóvel que ficou com muitas rachaduras. 

Adigina sofreu queimaduras e está no HGE

Sabemos que momentos trágicos como esse, é importante que a solidariedade e a união estejam presentes. Toda ajuda é fundamental. Por esse motivo, pedimos a colaboração de todos os Agentes para que nossa colega consiga se reerguer. Quem puder, deposita uma quantia na conta de Adigina. Seguem os dados: Ag.: 3602; Conta Poupança: 1006535 6, banco Bradesco. Vamos lá! Vamos ajudar nossa colega!